Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Clique e Ouça Agora!

VELHICE COMEÇA AOS 27 ANOS

Aos 27 anos de idade, você ainda é jovem.

Seu coração está zerado, a pele quase perfeita e os músculos não doem.

Mas, no seu cérebro, a decadência já começou.

Os neurônios ainda estão lá, mas as conexões entre eles (as sinapses) começaram a piorar.

E isso afeta várias habilidades mentais.

A primeira a ir embora é a inteligência espacial:

Sua capacidade de desenhar objetos e visualizá-los mentalmente.

Funções mais primordiais, como o raciocínio e a memória, também perdem força rapidamente – e já estão bem mais fracas quando as pessoas chegam aos 30 anos de idade.

Essas são as conclusões de um estudo gigantesco, que foi realizado pela Universidade da Virgínia e mediu as habilidades cognitivas de 2 mil pessoas de várias faixas etárias.

Você pode achar que ainda é muito jovem para ficar gagá. Mas a natureza não.

“Do ponto de vista evolutivo, por volta dessa idade você já deveria ter se reproduzido.

E, por isso, já estaria chegando a hora de se aposentar”, explica o neurologista Paulo Henrique Bertolucci, da Unifesp.

Afinal, o homem das cavernas não vivia muito mais que 30 anos.

E seu cérebro é idêntico ao dele. Mas não se desespere. Os cientistas também descobriram que algumas habilidades, como a verbal, continuam crescendo até os 60 anos.

E aprender coisas novas, aumentando o número de informações no cérebro, compensa parcialmente as perdas cognitivas.

A velhice mental existe. Mas ela é só uma coisa da sua cabeça.

 

O QUE VOCÊ JÁ PERDEU (OU LOGO VAI PERDER)

Quando uma pessoa completa 30 anos, o cérebro já apresenta uma sensível queda de desempenho:

Memória -17%

Velocidade mental -27,3%

Raciocínio lógico -37,5%

Inteligência espacial -50%

Deixe seu comentário: